MIGALHAS DA MESA

“Jesus… foi para os arredores de Tiro.”
(Marcos 7:24)
Jesus e seus discípulos viajaram para uma área rica e próspera. A cidade de Tiro, juntamente com Sidom e Decápolis, abrigava um centro de cultura, aprendizado e tecnologia. Era muito diferente da nação pobre e agrária dos judeus, à qual Jesus pertencia.
Naquele lugar próspero, no entanto, Jesus encontrou uma mãe desesperada que precisava de um milagre para sua filha endemoninhada.
Em uma conversa peculiar com a mulher, Jesus afirmou que Ele veio para servir ao seu próprio povo e não ao dela. Mas a mulher se recusou a aceitar isto como a resposta final de Jesus. Ela estava disposta a aceitar qualquer “migalha” que Ele oferecesse, ou seja, qualquer atenção que Jesus estivesse disposto a dar a ela e à sua filha. Jesus ficou tão impressionado com a fé daquela mulher que curou imediatamente a sua filha.
Na resposta dessa persistente mulher, vemos que não importa o quanto possuímos ou quão auto-suficientes sejamos, ainda temos necessidades e anseios que apenas Jesus Cristo pode suprir. Ao ministrar para aquela mulher, Jesus mostrou que todos precisam saber que há esperança e vida. Não importa se somos ricos ou pobres, sofisticados ou simples, todos precisamos de Jesus.
Fonte: lpc.org.br; adaptação para o blog: Rev. Ronaldo P. Mendes 

2 Comentários

Comentários não permitidos.