A SABEDORIA DE DEUS REVELADA

“… como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” (1Coríntios 2.9).
Muitos pregadores têm visto neste verso uma referência ao céu. Mas não é verdade, o apóstolo Paulo não está expondo sobre as grandezas do céu que serão reveladas. Ele está falando que o povo do SENHOR pode ver e apreciar as coisas que estão escondidas para os não-convertidos. Que coisas escondidas são essas? – A grandeza da salvação e a nossa participação nas bênçãos – Que o apóstolo chama de sabedoria. Após falar sobre o caráter de sua pregação (cf v.1-5), que não está firmada em sabedoria humana, mas em Cristo, ele passa a expor sobre o caráter dessa sabedoria que o mundo não conhece (v.6-16). Assim vemos que:
ESSA SABEDORIA É ETERNA (1Coríntios 2.6-7)
Deus preordenou ou predeterminou, deste a eternidade (v.7) – Paulo nos diz que o Evangelho, o plano de Cristo crucificado, foi estabelecido por Deus antes de existir mundo. Por isso não se pode comparar com a sabedoria humana (1Coríntios 1.18-20). Algumas pessoas têm muita dificuldade em aceitar a doutrina da predestinação. Alguns a chamam de diabólica. Isso acontece porque os homens têm sempre a idéia de que nossos esforços são a causa da salvação. Paulo, falando sobre as bênçãos de Deus em Cristo, afirma: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,”(Efésios 1.4-5). A salvação é um plano eterno e exclusivo de Deus. E o meio de alcançá-la é pela fé: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” (Efésios 2.8). Para nós, esta Sabedoria era outrora oculta (v.7b) – Paulo diz que é um mistério de Deus, ou como alguns tradutores entendem “sabedoria misteriosa” de Deus, era outrora oculta. Mas o que quer dizer isso? – Paulo responde: “se é que tendes ouvido a respeito da dispensação da graça de Deus a mim confiada para vós outros; pois, segundo uma revelação, me foi dado conhecer o mistério, conforme escrevi há pouco, resumidamente; pelo que, quando ledes, podeis compreender o meu discernimento do mistério de Cristo, o qual, em outras gerações, não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, como, agora, foi revelado aos seus santos apóstolos e profetas, no Espírito, a saber, que os gentios são co-herdeiros, membros do mesmo corpo e co-participantes da promessa em Cristo Jesus por meio do evangelho;”(Efésios 3.2-6). As riquezas do evangelho estavam ocultas no período do Antigo Testamento, agora reveladas pelo Espírito Santo (cf 1Coríntios 2.10).
Qual o objetivo desta sabedoria eterna (cf, v.7c)? – “Para a nossa gloria” – Não significa dizer que somos merecedores. A idéia aqui é que a sabedoria de Deus revelada em seu evangelho nos leva para a glória de Deus. Ela nos aproxima da sua glória. No grego significa “majestade” “resplendor”. No Antigo Testamento esta mesma palavra demonstra a presença de Deus com o povo: “O Espírito me levantou e me levou ao átrio interior; e eis que a glória do SENHOR enchia o templo.”(Ezequiel 43.5). Não somente somos levados a essa glória, mas ela é trazida a nós, pois Cristo é o EMANUEL “Deus conosco” (cf Mateus 1.23).
Esta sabedoria é para os “experimentados”, ou “perfeitos” (1Coríntios 2.6). Aqui uma referência ao crente em comparação ao não-crente. Todo crente experimenta essa sabedoria eterna de Deus que está na obra e no Evangelho de Cristo. Essa sabedoria é eterna, como afirma Paulo que Deus nos escolheu em Cristo: “… antes da fundação do mundo…” (Ef 1.4). Essa sabedoria revelada nos leva para junto da Glória de Deus!
Uma outra lição que aprendemos com a sabedoria de Deus revelada, é que:
ESSA SABEDORIA ESTÁ ALÉM DA COMPREENSÃO HUMANA
“8 sabedoria essa que nenhum dos poderosos deste século conheceu; porque, se a tivessem conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória; 9 mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam 10 Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.” (1Coríntios 2.8-10)
Nenhum dos poderosos deste século conheceu (v.8a) – Os não-crentes não receberam essa sabedoria. Eles não conseguem ver a importância do Reino de Cristo. A palavra grega para “conhecer”, pode ser traduzida por “entender”. O mundo não entende a mensagem da cruz. Se eles tivessem conhecido, jamais teriam crucificado a Cristo (v.8c). A ênfase de Paulo está na cegueira espiritual do ímpio.
Paulo afirma a cegueira espiritual do homem (v.9) – Paulo faz citação de Isaias 64.3-4. A citação varia um pouco do texto original. Possivelmente Paulo não tinha em mãos a Palavra. Assim ele faz citação, tendo em mente outros textos que falam do mesmo assunto. Tais como: Jeremias 3, Isaias 52. 15; 65.17. Veja o que aprendemos:
1- Nem olhos viram nem ouvidos ouviram – A conversão de Alguém é algo que nem um homem poderia imaginar. A ação sobrenatural de Deus é visível aos olhos. Não é como o budismo ou outra filosofia. O mundo pode ver Deus agir na igreja hoje. Ela viverá em comunhão, e sobre essa comunhão, disse Jesus: “para que o mundo creia que tu me enviaste.” (João 17.21). O que acontece com a igreja, o mundo pode sim ver.
2- O homem jamais pode imaginar isso no coração – “penetrou em coração humano” – As revelações da sabedoria de Deus não são algo que passaram pelo desejo do homem. Nem mesmo os homens de Deus: “porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.” (1Pe 1.21).
Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito (v.10) Por meio do seu Espírito, Deus torna conhecida a sua sabedoria aos crentes: “Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.” (Mateus 11.25). Ninguém conhece a Deus por meio de sabedoria humana. Deus é quem revela. Essa revelação do Espírito chama-se “ILUMINAÇÂO”. Ou seja, o entendimento espiritual.
Que coisas maravilhosas podemos ver! A obra da salvação, as promessas cumpridas de Deus. Que privilégios nós temos! O coração do não-convertido é incapaz de imaginar essas coisas. Elas são loucuras para os que se perdem (cf 1Coríntios 1.18).
A sabedoria de Deus revelada, Deus revelou sua salvação ao homem. O plano de salvação é a sabedoria de Deus. Este plano é eterno. Deus em seu amor nos salvou antes que houvesse mundo (Cf Efésios 1.4). O homem nunca imaginou essa salvação. Pois ninguém pode saber os decretos de Deus. Veja algumas considerações finais:
1- Nunca esqueça o que Deus fez por você – Ele te amou antes de seus pais nascerem.
2- Nenhuma filosofia humana substitui ou se compara a sabedoria de Deus.
3- Peça ao Espírito Santo que te dê compreensão das maravilhas de Deus. Amém!
Por Rev. Ronaldo P Mendes